Michèle Drees

michele london jazz   Baseada em Londres, a baterista, percussionista, violonista, cantora e compositora Michèle Drees tem sido uma presença constante na cena musical há mais de 30 anos. Tocou com numerosos artistas de renome nos maiores palcos ingleses – Royal Albert Hall, The Barbican, Ronnie Scott’s – assim como festivais de Jazz do mundo, inclusive o Montreux Jazz.

   Seu amor pelo sapateado começou quando ainda era uma menina. Ela afirma que foi seu fascínio pelo Fred Astaire e os Nicholas Brothers que a levaram a se apaixonar pelo ritmo e a principal razão dela começar a tocar bateria. Mudando-se para Londres no início dos anos 80, começou simultaneamente a fazer aulas de sapateado e de bateria. 30 anos mais tarde, completou o circulo, criando o Jazz Tap Project, com o intuito de expressar a visceral conexão entre essas duas incríveis formas de arte. Originalmente, o principal sapateador era Junior Laniyan, que se mudou recentemente para o Chile. O projeto foi apresentado, dentre outros, no EFG London Jazz Festival de 2013 e 2014, assim como no festival Chorando Sem Parar, em São Carlos, SP em 2014.  Michèle lidera também o London Tap Jam, desde 2009, no famoso clube de jazz londrino Ronnie Scott. Esse evento que cimentou seu entendimento de como dar suporte rítmico aos rhythm tappers.

   Hoje, compõe peças musicais que integram o sapateado na música, onde o sapateador é parte indissociável da banda. Michèle nutre também grande amor pela música e ritmos do Brasil e lidera a banda Sonhos do Brasil. A tendência é de integrar esse trabalho no Jazz Tap Project, composto de 4 músicos e 4 sapateadores. Ela também convidou alguns do melhores sapateadores da atualidade para dançar junto á banda, notadamente Andrew Nemr, Michelle Dorrance, Heather Cornell, Lee How e Lisa La Touche. Aguarda com prazer a oportunidade de convidar outros da maravilhosa comunidade sapateadora brasileira. Você?